30de Novembro,2022

Geopt.org - Portugal Geocaching and Adventure Portal

22 April 2011 Written by  Lusitana Paixão

Geotalk - Tânia Costa e Fraldinhas "WebXXI"

Hoje à conversa com Tânia Costa e Fraldinhas, "WebXXI", Owner da cache nomeada dos Prémios GPS - GC25R3X " Não te molhes..."- [Ilha das Berlengas]
 

Xana, a Team WebXXI está registada no Geocaching.com desde 2008, e desde então a vossa dedicação a esta actividade ultrapassou em larga escala o simples "hobby"! Podes nos falar um pouco destes 3 anos de aventura?

Tudo começou com o conhecimento do jogo, através de uma pessoa amiga. Quando me explicaram que tinha que encontrar uma caixinha no “meio do mato”, causou-me alguma curiosidade, mas, ao mesmo tempo alguma desconfiança, como penso que a quase todos nós... Apesar da mesma só durar até encontrar a 1ª cache (Fojo!!! GCKN4F). A mesma foi feita de Land Rover, e, apesar da experiência de Geocaching ser fenomenal, também a própria aventura no Jeep pelo trilho ajudou a toda esta “adrenalina”. Bem, isto tudo junto, vocês imaginam o dia que foi!
Depois disso foi a vez de experimentar encontrar as caches sozinha, mas... com um Ndrive vocês imaginam a dificuldade...
Conheci o Nuno, e, num domingo de manhã, pedi-lhe que viesse comigo tentar encontrar uma caixinha que estava escondida algures. Arrisquei-me a que me chamasse doida (deve ter pensado),  mas mesmo assim veio comigo para ver essa tal caixinha.

Ao chegar ao local (The Stone Book GC10RAD), ele deixou-me procurar, procurar, e por fim, virou-se, mexeu no muro e disse: ”É disto que estás à procura?!?”, e não é que era mesmo (risos), sorte de principiante.

Depois disso o vício do Geocaching pegou-se também ao Nuno, e desde então ele como informático, procurou logo um Software para instalar no telemóvel, o que tornou a margem de erro muito menor, facilitando assim os founds.
Assim começámos a ter uma percepção do Jogo, dia após dia diferente, e, como sentíamos que fazia falta um espaço onde pudéssemos comprar material necessário para esta actividade, o Nuno como empreendedor que é lembrou-se de criar a GeocacherZONE. Inicialmente lançámos a loja On-line (www.geocacherzone.pt), posteriormente, e como sabem, com espaço físico na Malveira.
Temos muitos projectos em papel, que com o tempo iremos concretizar, mas vamos percorrendo este caminho aos poucos, de forma a conseguirmos todos os objectivos desejados.
Uma loja física, uma revista periódica,  eventos de grande envergadura... e uma criança de 2 anos! É fácil gerir o tempo e os recursos, conjugar todos esses projectos no dia a dia?
Claro que sim, mas há dúvidas???
Risos…, nada disso! Nada fácil mesmo. Podem pensar que, como o nosso trabalho é directamente ligado ao nosso hobby favorito, Geocaching, é mais fácil de gerir.
Muito pelo contrário! Vocês vêm o Geocaching como forma de diversão, uma forma de “esquecer”, “destressar” do dia a dia, nós, apesar de adorarmos o Geocaching, temo-lo como uma ferramenta de trabalho, o que torna as coisas por vezes mais complicadas.
Mas nada que não se resolva, uma vez que adoramos o que fazemos.
Por exemplo, no caso do primeiro Mega, foi um dia de loucos, não consegui falar com ninguém, não consegui “aproveitar” o evento, pois haviam a todas as horas/minutos imprevistos que tínhamos que resolver, mas no final, viu-se a satisfação de alegria na cara de quem participou, vimos nos Log’s palavras de agradecimento pelo dia que conseguimos proporcionar às pessoas, e isso vale tudo.
Quanto ao Fraldinhas, já na gravidez tinha que ponderar os meus limites para fazer Geocaching, houve situações que não pude participar por estar grávida, lembro-me de actividades em que o Nuno participou e eu não pude ir por ser demasiado arriscado.
Agora, obviamente que tenho sempre que ponderar e questionar quando o evento/percurso implica um esforço extra.
Ou deixo-o nas avós (o que é raro), ou levamo-lo connosco (como foi o caso do Powertrail da falésia Fonte da Telha – Lagoa Albufeira), em que o Fraldinhas nos surpreendeu pela positiva pois andou cerca de 10km a pé. Pior foi no regresso, cansada e com o Fraldinhas ao colo, estava a ver que não ia conseguir. Neste caso em específico devo um grande agradecimento, e aproveito já se me permitirem, às team’s que me ajudaram: Bichos do Mato (Gabriel e Ana), Pelicaninho (Team) e Fy Team (Liliana).
Gerir o tempo... Nada fácil, por vezes a vida pessoal fica um pouco para trás, pois o nosso dia-a-dia é a 1000/h, desde já peço desculpa pela demora no tempo de resposta à entrevista, prova de que não é fácil, mas tento fazer o melhor que consigo, com o agravamento, mas mais valia ao mesmo tempo, de ter o Fraldinhas comigo 24h/dia salvo raras excepções.
O Fraldinhas nasceu em 2009 e praticaste sempre um geocaching activo durante a gravidez! Como viveste essa experiência?
Sempre descontraído (dentro do possível), pois passei muito mal no início da gravidez. Tivemos que desistir de uma viagem à Madeira que tínhamos combinado com a Team Monho e Lmcadete, e de abdicar de algumas aventuras mais ousadas, de resto, tentamos ser o mais prático possível.
Por exemplo, o primeiro evento do Fraldinhas tinha ele pouco mais de 1 mês foi a Geochurrascada de 2009, e todos adoraram conhecê-lo.
Agora e cada vez mais penso que o pior já passou e que ele, habituado como está a estas aventuras, acaba por ir envolvido nestas “andanças” (até pelo menos à chamada idade do armário …risos)!
Como mulher, companheira e mãe,  achas que a prática do Geocaching traz benefícios ao núcleo familiar? A Team WebXXI ainda tem tempo para o Geocaching em família?
Sim claro que, para nós traz vários benefícios. Caso achasse o contrário já não faria Geocaching com toda a certeza.
Geocaching fomenta as actividades em grupo, é uma motivação para conhecer novos locais e em muitos casos novas pessoas, tem a vertente CITO que para mim, é das mais importantes (tenho pena que se façam tão poucos eventos deste ícon).
Como costumo dizer, é uma actividade para todos os gostos, idades e velocidades…risos (refiro-me às correrias dos FTF’S e estatísticas).
A vossa cache "Não te molhes...", na ilha das Berlengas, é um grande desafio numa paisagem protegida de rara beleza! Como surgiu este projecto e como planearam este hide?

Este projecto teve origem num evento pensado, para visitar a ilha das Berlengas.
“Um almoço em alto mar (GC256OQ)”, por si só já era uma ideia diferente, mas queremos/tentamos sempre “dar” um pouco mais. Na altura apenas existiam 3 Geocaches na ilha:
Avelar Pessoa (GC1EZMV)
Forte de São Julião Baptista (GC1EDEV)
Ilha das Berlengas (GCKGCX)
Pensámos que a ilha “merecia” ser um pouco mais conhecida, e houve uma viagem prévia ao evento para estudar novas possibilidades de colocação de geocaches.
O Nuno fez o reconhecimento com o Monho, e aquando essa viagem, houve um convite do Monho fazer o batismo Mergulho, o qual ele aceitou (aventureiro como é!!!), e assim foi.
Nessa “brincadeira”, surgiu a ideia de colocarmos uma variante da Vapor do Trigo (geocache que apenas a consegue fazer (realmente) quem tem curso de mergulho, pois o ponto inicial da geocache encontra-se a 23 mts profundidade.
Assim, com a “Não te molhes”, pretendíamos criar uma aventura diferente a quem quisesse experimentar e ultrapassar este desafio.
Temos tido Logs fantásticos, os quais aproveitamos a ocasião para agradecer, por isso acreditamos ter conseguido aquilo que pretendíamos.
Além de integrar a Team WebXXI, o Fraldinhas já é um Owner de sucesso! Ele já tem um feitio muito vincado? Que traços de personalidade herdou da mãe...e do pai?
AH AH AH!!! Sendo eu (Xana) que estou a responder posso-me “esticar” …risos! Estou a brincar...
Mãe: Simpatia, gosto pela dança (quem o conhece sabe do que estou a falar), boa disposição, enfim tudo bom!!!
Pai: Apetite, teimosia, traquinices, rebeldia, frontalidade
Fraldinhas: espontaneidade, divertimento
Sem desvendar eventuais surpresas, podes nos falar dos próximos projectos, eventos e da agenda 2011 da Team WebXXI?
Bem, sem desvendar é complicado, mas levantando um pouco o véu... Uma das grandes surpresas (se tudo correr conforme planeado), será já o dia 01 Maio, no Mega-evento, depois disso temos mais uma grande aventura para a Berlenga, já neste Verão!
Temos também pensado no primeiro Summer Fest Geocaching, as ideias estão pensadas, falta apenas escolher o espaço, temos ainda o 11/11/11, que será um evento também com grandes surpresas... entre outras grandes ideias que ainda estão em papel, mas prontinhas a sair de lá!

Das restantes 12 caches a concurso no distrito de Leiria, se vos pedisse para destacar uma em especial...qual escolheriam… e porquê?
Irei escolher: Tremelgo nas alturas (Marinha Grande), não desvalorizando qualquer uma das outras, mas das que conheço, para fazer o found nesta cache é necessário uma equipa “especializada” e com condições para conseguirmos fazer o Found, não é em qualquer dia/hora que a podemos fazer. Apenas isso.
Resta-me agradecer à Flora por se ter lembrado de me “escolher” para vos poder responder a algumas perguntas, e desejar boa sorte a todos os nomeados.
Beijinhos,
Xana (Tânia Costa) & Fraldinhas (Nuno Alexandre Veríssimo)
Muito obrigada Xana e Fraldinhas por este bom momento, e à Team WebXXI pela dedicação constante ao Geocaching nacional! Boa sorte à candidata “Não de molhes!”


Login to post comments
Geocaching Authorized Developer

Powered by Geocaching HQ
Geocaching Cache Type Icons © Groundspeak, Inc.
DBA Geocaching HQ.
All rights reserved. Used with permission.

Newsletter