12de Agosto,2020

Geopt.org - Portugal Geocaching and Adventure Portal

24 November 2014 Written by  Flora Cardoso

Mini Super Liga 2014: Entrevista com K!nder, Capitão dos DNF's

K!nder, os DNF's foram os grandes vencedores da Super Mini Liga 2014 e tornam-se assim a primeira equipa a validar o título, em duas edições consecutivas! Qual é o teu sentimento geral quanto ao desempenho dos DNF's nesta edição?

Penso que o esperado em alguém que vê uma ideia tornar-se muito mais do que o que poderia imaginar. Quando pensei em criar a equipa DNF o objectivo inicial era o de juntar vários geocachers de distritos diferentes e que fossem os mais "radicais" no seu distrito, como se poderá ver na história no primeiro ano não marcamos um único golo. Isso não nos deitou abaixo e deu-nos um novo objectivo: conseguir marcar um golo na segunda edição da mini liga, felizmente desde esse momento ainda não perdemos, o que me deixa orgulhoso e sempre contente com a prestação de todos os meus amigos de equipa.


Como vez a evolução da equipa DNF's ao longo das várias edições? Na tua opinião a formação atual é a melhor de sempre, ou haverá margem para novas contratações e ajustes no plantel?

Pelos DNF passaram até o momento 14 jogadores (dentro dos quais 10 geocachers). De edição em edição alguns saíram da equipa por motivos pessoais, novas aquisições surgiram, mas a equipa manteve-se aproximadamente a mesma. Este ano foi com orgulho que vi na equipa, os jogadores originais, com excepção do 20ver que por lesão não pôde estar presente fisicamente, apesar de nos ter seguido e apoiado desde casa. Se poderão aparecer novas caras no plantel, sim poderá acontecer, mas só no caso dos anteriores membros da equipa não terem disponibilidade para participar. Em relação à prestação da equipa penso que só terá em melhorar visto a equipa já ter um relacionamento muito próprio o que leva a um certo entrosamento, dentro e fora das quatro linhas.


Para as equipas vindas de mais longe, a participação na Super Mini Liga é uma grande aventura que ultrapassa em muito, o simples torneio de futebol! Fala-nos um pouco dos " treinos", do "estágio", da noite anterior, da viagem...são episódios para recordar? Há alguma situação mais divertida ou caricata que te recordes e que queiras partilhar connosco?

A viagem/noite anterior à competição para mim é sempre a mais divertida. Na minha visão e penso que para os restantes jogadores também representa o momento em que estaremos novamente todos presentes e onde serve para levantar velhas "rivalidades" entre jogadores do plantel. Claro e como os membros da equipa são todos membros muito bem dispostos o mote é mesmo a diversão. Este ano e como a fase era novamente na Praia do Ribatejo, aproveitei a simpatia do Hélder Justino (helderjust) e perguntei se era possível passarmos a noite na Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários da Barquinha, prontamente ele tratou de tudo e arranjou-nos as condições ideais para passar a última noite antes da fase final em boas condições. Claro que entre tentativas de adormecer lá tivemos de lidar com uma mota que cismava em importunar quem queria dormir, mas a gente perdoa ao Inspector Max. Pelo caminho até tivemos direito a uma selfie estilo "seleções mundiais".

André, na edição 2013 não estiveste fisicamente presente por te encontrares na Roménia, por altura do torneio. No entanto a tua equipa não hesitou em dedicar-te a vitória! Tiveste oportunidade de acompanhar os jogos? Como viveste estas fortíssimas emoções, à distância?

Nim. Felizmente na fase regional pude acompanhar todos os jogos de forma emotiva, o que me levou a perder imensos pontos na comunidade em que me encontrava, porque no mesmo dia jogava a equipa local contra o maior rival e não é que coincidência das coincidências os DNF marcaram o primeiro golo no exacto momento em que a equipa adversária da minha comunidade marca. Com a emoção lá acabei por gritar efusivamente o golo o que não caiu bem para quem não sabia que eu festejava outro golo. No entanto na fase final devido a estar a ajudar numa outra comunidade não tive oportunidade de seguir os jogos em directo. Claro que através do João Malheiro (Pintelho) e a sua linda cara metade (LenaGS) fui conhecendo os resultados através de SMS. Terminado o trabalho e já em casa a primeira coisa que fiz foi ver o jogo da final. Posso admitir que foi bastante duro estar a ver a minha equipa a jogar e não puder estar presente fisicamente, mas este ano voltei e estou cá para matar saudades.


Estar fisicamente presente este ano e renovar o título, teve um sabor especial?

Imenso. Com este título poderei dizer que estive presente pelo menos numa final com a minha equipa, além de ser o ano que decidiria qual a região que obteria o segundo troféu. Mas acima de tudo valeu pelo convívio e pelos momentos divertidos que senti de perto este ano.

Relativamente ao nível global da competição e ao desempenho das equipas, como vez a evolução da Mini Super Liga ao longo destes quatro anos?

Ainda me lembro do primeiro ano em que esta competição foi organizada, apesar de correr tudo bem teve as normais falhas da inexperiência neste tipo de eventos e é a olhos vistos que de ano para ano a organização vai colmatando e prevendo as falhas que poderão aparecer. Em relação às equipas penso que é notório a evolução das mesmas, não só na qualidade de jogo mas como na interação entre jogadores.


Qual foi o jogo que os DNF's consideraram mais complicado ou mais difícil nesta edição? E o mais entusiasmante?

O mais complicado eu diria que este ano foi o primeiro jogo contra o GeoRibatejo A, era o nosso primeiro jogo, contra a equipa da casa, que conta com incontestável qualidade e num terreno mais pequeno do que nos era habitual. Na noite anterior estávamos bem conscientes de que esse jogo seria importante e que poderia ditar o resto do torneio para a equipa, felizmente conseguimos marcar um último golo e desempatar o resultado, o que nos deixou mais descontraídos para o seguinte jogo. O mais entusiasmante sem dúvida contra a equipa 20cachar, nossos amigos de borga, hobbie e região. No final da fase regional ficou uma promessa em Vila Nova de Paiva, para caso uma equipa do norte terminasse como campeão que teríamos todos um jantar pago. Quando ambas as equipas se qualificaram para a final já sabíamos que esse jantar não nos escaparia, por isso era desfrutar do jogo. Como já tínhamos jogado contra os 20cachar 3 vezes na fase regional, eles conheciam bem a nossa equipa, como ficou demonstrado com a reviravolta que eles deram no jogo da final. Jogar contra eles é sempre um misto de emoções e convívio.

Qual é o teu sentimento global sobre esta iniciativa? Na tua opinião a Mini Super Liga é um projeto positivo que trás uma mais valia ao espírito do geocaching nacional, ou pelo contrário nem deveria ser considerado Evento Oficial e verias com bons olhos a "privatização" da iniciativa?

Eu sempre achei e contínuo a achar que esta iniciativa é uma mais valia no panorama do geocaching nacional. Muito além da competição é uma forma de promover o convívio entre geocachers de regiões diferentes. A rivalidade sempre se manterá numa competição destas, mas é essa rivalidade que promove o relacionamento e as private jokes entre jogadores adversários. Por mim manteria a linha do evento e não mudaria.


Que sugestões gostarias de deixar para melhorar a Mini Super Liga? Na tua opinião que ingredientes podem ser acrescentados ou melhorados para que a adesão de equipas participantes seja ainda mais forte?

É uma boa questão, este ano admito que fiquei um bocado triste por não ver mais equipas do Norte a participar. Semanas antes das inscrições falei com alguns capitães de anteriores equipas e estava previsto entrar mais equipas pela região norte, mas no final apenas duas se inscreveram. Quando interroguei as outras equipas, afirmaram-me que não tinham reparado que o prazo final já estava tão próximo e não tiveram tempo para confirmar os jogadores. A melhor forma mesmo de promover a inscrição de mais equipas será no boca a boca e nos jogadores que já participam usarem dos seus conhecimentos e tentarem trazer com eles outras equipas com geocachers amigos.


E por fim...na qualidade de capitão dos DNF's, fica aqui o compromisso de colocarem em jogo o título, no próximo ano?

Sim o título estará sempre em jogo, se conseguiremos apurar-nos para a final ou a fase final para o ano veremos. Da nossa parte fica o compromisso de nos inscrever-mos na fase regional e dar-mos o nosso melhor.

Obrigada K!nder e mais uma vez, parabéns DNF's



More in this category: « Crónica da Final
Login to post comments
Geocaching Authorized Developer

Powered by Geocaching HQ
Geocaching Cache Type Icons © Groundspeak, Inc.
DBA Geocaching HQ.
All rights reserved. Used with permission.

Newsletter